Skip directly to content

Intercâmbio de gerações no ambiente de trabalho

Dinheiro e Carreira

As empresas enfrentam um novo (e grande) desafio: quatro gerações diferentes - baby boomers, X,Y e Z - convivendo no mesmo ambiente de trabalho. Diferentes valores, ideias e formas de se comunicar entram em choque, o que afeta vários aspectos: recrutamento, construção de equipes, liderança, motivação, gerenciamento e produtividade. Mas tudo isso tem um lado bom! Essa troca de experiências pode trazer diversos benefícios.

 

Principais características de cada geração

 

Baby boomers – nascidos entre as décadas de 1940 e 1960, priorizam o trabalho, demonstram lealdade, são competitivos e focados em resultados e, por isso, tem dificuldade de lidar com perda de status e de poder.

 

Geração X – nascidos entre as décadas de 1960 e 1980. Visam a estabilidade financeira. São independentes, donos de suas próprias empresas, comprometidos e buscam equilibrar vida pessoa e profissional.

 

Geração Y – nascidos entre 1980 e 2000, consideram o trabalho uma fonte de satisfação e aprendizado e buscam equilíbrio entre vida pessoa e profissional. São impulsivos e fascinados por desafios, têm perfil multitarefas e odeiam rotina.

 

Geração Z – nascidos depois de 1995, são criativos e inovadores e querem impactar a sociedade. Eles querem crescer profissionalmente e estão dispostos a trabalhar por causas e empresas que acreditam, mesmo que ganhem menos por isso.

 

Benefícios da troca de experiências entre as gerações no trabalho

 

O intercâmbio de conhecimentos entre essas gerações é um dos principais benefícios dessa nova demografia do mercado de trabalho. Existem diversas formas de promover essa troca, por exemplo:

 

Programas de mentoria recíproca – pessoas da geração Y e Z podem ensinar os da baby boomers a usar as redes sociais de maneira produtiva, já os mais velhos aconselhar os jovens profissionalmente.

 

Rotação de cargos - trocas temporárias de função para aprender a lidar com os desafios de outras áreas da empresa.

 

Adesão a um projeto - integração de pessoas de diferentes gerações em um mesmo projeto.

 

Aposentadoria progressiva - os funcionários mais velhos, alguns meses antes de encerrarem as atividades profissionais, passam as tarefas para quem vai substituí-los.

 

 

Referências