Skip directly to content

Como especialistas em relacionamentos encontraram "a pessoa certa”

Família e Relacionamentos

“Você simplesmente sabe”. De acordo com a sabedoria popular, esse é o jeito de descobrir se você “vai passar o resto da sua vida” com a pessoa com quem está se relacionando.

Mas quando e como esse sentimento aparentemente indescritível de certeza surge? Conversamos recentemente com um grupo de pessoas casadas especialistas em relacionamentos para saber em que momento elas souberam que tinham encontrado “a pessoa certa”. A seguir, escritores, professores, terapeutas e outros profissionais da área de relacionamentos compartilham suas histórias.

1. ELES NUNCA FICARAM SEM ASSUNTO

“Nosso terceiro encontro começou em um barzinho, no final da tarde, depois fomos ao cinema e mais tarde jantamos sem pressa. Então, decidimos caminhar. Ficamos juntos a noite inteira. Primeiro, paramos em um café em North Beach, depois fomos a um barzinho de jazz, até que decidimos subir e descer os montes de San Francisco até por volta das 6h, quando nos despedimos em frente à porta da minha casa. Durante todo esse tempo, não ficamos entediados nem sem assunto. Naquela ocasião, eu soube que depois de 10, 20 ou 30 anos ainda estaríamos conversando, rindo e levando uma vida interessante e cheia de novidades a cada dia. E eu estava certa.” – Winifred Reilly, terapeuta licenciada e especializada em casamentos e família, além de blogueira sobre relacionamentos.

2. O QUE FALTAVA NELA, ELE TINHA DE SOBRA

“Eu soube que meu marido era ‘a pessoa certa’ durante nosso primeiro encontro de verdade, que aconteceu em uma viagem para Miami, já que morávamos em cidades diferentes na época. Ele nos levou para conhecer a cidade em um carro alugado, o que foi impressionante, pois meu senso de direção nunca foi dos melhores. Ele também foi muito gentil quando passou o protetor solar em mim. Gostei disso porque, para mim, significou que ele era uma pessoa amável e carinhosa. Eu tinha razão!” – Samantha Rodman, psicóloga e coach de relacionamentos

3. O RELACIONAMENTO PARECIA PLENAMENTE IDEAL

“Minha esposa e eu nos conhecemos no colégio. Terminamos o namoro quando nos formamos, mas voltamos a namorar no nosso último ano de faculdade. Ela teve a oportunidade de estudar na Europa, na romântica cidade de Heidelberg, na Alemanha, e eu decidi acompanhá-la durante um ano. No avião, minha futura esposa estava exausta e caiu em um sono profundo. Comecei a observá-la dormindo e tive uma sensação inexplicável de certeza – pela primeira vez na minha vida, senti que estava no lugar certo, na hora certa e com a pessoa certa. Na Alemanha, aprendi uma palavra maravilhosa que eles usam para dizer ‘parceira’ ou ‘amada’: Lebensgefährtin. Literalmente, significa ‘companheiro de vida’. E é isso que somos um para o outro desde então.” – Dr. Karl Pillemer, autor do livro 30 Lessons For Loving (30 lições para amar, em tradução livre) e professor de gerontologia na Universidade Cornell

4. FOI AMOR À PRIMEIRA VISTA – SEM DÚVIDA

“Soube que meu marido era ‘a pessoa certa’ quando o vi pela primeira vez. Sei que parece loucura, mas fomos apresentados e conversamos apenas por telefone durante quase um mês. Sempre que ligávamos um para o outro, a conversa se estendia por horas. Ele já sabia muito sobre mim antes de nos conhecermos pessoalmente, e antes do fim do nosso primeiro jantar, nós dois sabíamos que éramos a pessoa certa para o outro.” – Fawn Weaver, escritora e fundadora do Happy Wives Club

5. ELE FOI UM VERDADEIRO CAVALHEIRO

“Era uma noite fria, em novembro de 1985, e estávamos com outro casal em um restaurante libanês na cidade de Washington, Estados Unidos. Ele ainda não era meu namorado! Eu estava usando uma camiseta de manga curta e Chuck percebeu que eu estava tremendo, tirou sua blusa – de estampa chevron em vermelho e verde – e me entregou. Coloquei a blusa macia e senti um delicioso perfume almiscarado e bem masculino. Olhamos um para o outro – ele com seus lindos olhos azuis – e pensei: ‘Isso pode ser interessante...’. E tem sido interessante há 27 anos.” – Iris Krasnow, autora do livro The Secret Lives of Wives (A vida secreta das esposas, em tradução livre)

6. ELA QUEBROU TODAS AS “REGRAS” DE NAMORO POR ELE

“Lou trabalhou como bartender durante o verão após meu primeiro ano de faculdade. Seu melhor amigo, que já tinha sido meu namorado, era o segurança do lugar. Lou era diferente de todos os homens com quem eu já havia namorado. Não consigo explicar ao certo, mas ele me completava de uma forma que nunca tinha passado pela minha cabeça. Eu soube disso desde o início. Como eu sabia que ele não me ligaria (código de honra entre amigos), peguei a lista telefônica e liguei para todas as pessoas com o nome dele até que o encontrei. Não acredito que existam regras quando se trata de amor, mas se eu acreditasse nisso, com certeza estaria disposta a quebrar todas elas por ele.” – Dra. Logan Levkoff, sexóloga e escritora

7. A QUÍMICA ERA FORA DE SÉRIE

“Soube que meu marido era ‘a pessoa certa’ no quarto encontro. Eu sentia um tipo de frio no estômago. Sempre que pensava nele, tinha essa sensação. Em uma noite, eu estava toda derretida e disse: ‘Você é o homem dos meus sonhos’. Ele disse: ‘Nossa, essa é uma grande responsabilidade’. Na verdade, eu estava tentando EVITAR ficar em um relacionamento por muito tempo, mas não conseguia negar a química que existia entre nós.” – Marina Sbrochi, autora do livro Stop Looking for a Husband: Find the Love of Your Life (Pare de procurar um marido: encontre o amor da sua vida, em tradução livre)

8. O SUCESSO DELE REPRESENTAVA O SUCESSO DELA

“Quando sussurrei para ela ‘eles me aceitaram [em uma pós-graduação em psicoterapia]’, o rosto dela se encheu de alegria. Mais do que eu conseguia entender na época, ela soube o que isso poderia significar para mim e para nós. Até aquele momento, o futuro da minha carreira era incerto. Ela sabia que essa possibilidade de me tornar um psicoterapeuta era a opção ideal para mim. Sua segurança me fez ter certeza de que ela era ‘a pessoa certa’ para mim.” – Jim Walkup, terapeuta licenciado e especializado em casamentos e família

Fonte:

 
Website Get Old
Matéria acessada em 25/06/2015