Skip directly to content

A maneira (cientificamente comprovada) de cumprir as resoluções de Ano Novo

Estilo de Vida e Viagem

Mais um ano começa e estamos cheios de entusiasmo e animação. Geralmente esse é o período em que fazemos aquelas listas intermináveis de promessas: vamos economizar dinheiro, começar um exercício físico, meditar, adotar uma alimentação mais saudável , aprender  um novo idioma, etc.

Mas, segundo Jeff Catel, em matéria publicada no portal americano Greatist, as estatísticas não estão a nosso favor: menos de 10% das pessoas que fazem promessas de ano novo conseguem de fato mantê-las. “É apenas um desejo”, diz Edwin Locke, professor americano de Liderança e Motivação, um dos pioneiros da teoria do estabelecimento de metas e entrevistado por Catel. “Se for para levar a sério, você precisa planejar, manter registros, e talvez até mesmo precise de ajuda de fora.”

A boa notícia é que Locke e outros pesquisadores passaram décadas pesquisando como descobrir uma maneira infalível de criar e alcançar objetivos. Toda essa ciência se resume em sete passos, que você pode conferir a seguir.

Antes de começar, pergunte-se: você está realmente pronto? A resposta pode parecer óbvia mas você precisa saber se está ou não preparado para fazer uma mudança em sua vida, diz Caroline Adams Miller, especialista americana em estabelecimento de metas e autora do livro “Creating Your Best Life”, também ouvida por Jeff Catel. Se você respondeu “sim”, confira os 7 passos abaixo:

 

7 PASSOS PARA MANTER SUAS RESOLUÇÕES DE ANO NOVO

  • 1. Escolha um (e somente um) objetivo

Se você estiver decidindo por um objetivo que exija autocontrole – um que você tenha de se lembrar o tempo todo, como beber menos café ou cortar os doces – é importante focar em apenas uma meta. “O autocontrole é um recurso limitado”, diz Miller. “Acordamos com uma disposição que geralmente se esgota ao longo do dia. Por isso é fácil comer pouco no café da manhã, mas não tão simples assistir TV à noite sem devorar um saco de pipoca ao lado”.

  • 2. Seja específico e desafiador

Uma vez que você estabelece uma meta, certifique-se de que ela não seja fácil demais. Claro que é ótimo riscar algo da lista e saber que concluiu o que planejava fazer, mas se subestimamos nossos objetivos, eles não serão motivadores, diz Locke. Estudos demonstraram que os objetivos com maior chance de adesão são aqueles bem específicos – que possam ser preferencialmente mensurados – e desafiadores.

  • 3. Pergunte-se: Você está aprendendo ou fazendo?

Agora que estabeleceu um objetivo concreto, é hora de descobrir se ele é algo que você já sabe fazer ou se é um novo aprendizado. Por exemplo: digamos que esteja tentando economizar dinheiro e decide juntar R$ 24.000,00 até o final do ano. Isso é algo que você já está fazendo. Acompanhar seu progresso é relativamente fácil.
Se você ainda precisa descobrir quanto precisa economizar ou qual é a melhor maneira de guardar dinheiro, este sim é um objetivo de aprendizagem. É muito mais difícil mensurar isso. Talvez uma conversa com um planejador financeiro seja o caminho mais fácil para saber como atingir sua meta.

  • 4. Divida o objetivo em metas menores e de curto prazo

Ainda no exemplo “economizar dinheiro”, seu objetivo (economizar R$ 24.000,00 no ano) vai parecer muito mais fácil se você dividi-lo em partes menores e mais controláveis (como economizar R$ 2.000,00 por mês). Por meio da uma tabela ou planilha, você pode controlar mês a mês sua evolução.

  • 5. Observe as pessoas ao seu redor

Nós somos um reflexo das pessoas com as quais convivemos. Pode parecer exagero, mas há uma ciência séria por trás dessa afirmação! É a chamada teoria do contágio social, a ideia de que as pessoas ao nosso redor têm grande influência sobre a forma como agimos. Se você quer perder peso, não adianta andar com amigos que adoram fast food. Se o objetivo é economizar dinheiro, é melhor passar menos tempo com quem gosta de fazer compras regularmente, diz Miller.

  • 6. Prepare seu ambiente

Ficar perto das pessoas certas é apenas metade do caminho para o sucesso. Você também precisa estar rodeado das coisas certas. Isso significa se livrar de gatilhos tentadores e, ao mesmo tempo, inserir no seu dia a dia lembretes que não deixem esquecê-lo os objetivos estabelecidos. Senhas de computador são um exemplo perfeito; se você está economizando para uma viagem à Paris, sua senha poderia ser “França2017”, sugere Miller.

  • 7. Assuma o controle

Acompanhar sua evolução é uma parte essencial do sucesso na conquista de seus objetivos. Parte disso pode envolver métricas – você economizou o dinheiro que disse que economizaria neste mês? Segundo Miller, outra dica é ter ao seu lado aliados que o ajudem a manter-se fiel às metas. Pode ser um companheiro de caminhadas ou um amigo com quem você combina de ficar em casa numa sexta à noite, ao invés de gastar dinheiro em um restaurante ou bar.

Fontes:

Greatist
http://greatist.com/live/science-backed-tips-new-years-resolution

Social contagion theory: examining dynamic social networks and human behavior.Christakis NA, Fowler JH. Statistics in medicine, 2012

Exploratory Study of Web-Based Planning and Mobile Text Reminders in an Overweight Population. Soureti A, Murray P, Cobain M, et al. Journal of Medical Internet Research