Skip directly to content

10 hábitos que estimulam o cérebro em qualquer idade

Saúde e Bem Estar

Não importa a sua idade. Existem muitas coisas que você pode fazer para deixar o seu cérebro mais saudável e com maior capacidade de raciocínio, memória e aprendizado. São hábitos simples que você pode incorporar com facilidade no seu dia a dia.

 

  1. Pratique exercícios físicos

 

O exercício físico regular aumenta o fluxo sanguíneo para a cabeça e estimula o crescimento de novas células cerebrais e as conexões entre elas. Isso resulta em cérebros mais eficientes, maleáveis e adaptáveis. Ou seja, com melhor desempenho. O efeito pode ser imediato: uma simples caminhada, por exemplo, pode ser suficiente para “reiniciar” seu cérebro da típica fadiga mental de início de tarde. Mas, fale com o seu médico antes de iniciar qualquer rotina de exercícios físicos.

 

  1. Escolha os alimentos certos

 

Alguns tipos de alimentos podem ajudar a reduzir o risco de demência e aumentar a sua capacidade mental. Portanto, além de manter uma dieta equilibrada, procure incluir:

 

  • Ômega 3 - gordura benéfica para a saúde do cérebro, pode ser encontrada em peixes de água fria, como salmão, atum e sardinha, bem como em nozes, couve, espinafre e brócolis;
  • Frutas e vegetais - são ricos em antioxidantes, substâncias que protegem suas células cerebrais;
  • Chá verde - contém polifenois, que são antioxidantes poderosos. Seu consumo regular pode melhorar a memória e desacelerar o envelhecimento cerebral.

 

Mas, atenção: evite a gordura saturada. O excesso dela aumenta o risco de demência e prejudica a concentração e a memória. É encontrada em alimentos como carne vermelha, leite integral, manteiga, queijo e sorvete.

 

  1. Beba com moderação

 

Em excesso, as bebidas alcoólicas são um importante fator de risco para a demência. Já o consumo moderado pode ajudar a preveni-la. Se você escolher beber, leve em conta que uma taça de vinho tinto por dia pode melhorar a memória, a cognição e reduzir o risco de Alzheimer. O segredo por trás dessa bebida é que ela contém uma substância chamada resveratrol, também abundante no suco de uva.

 

  1. Tenha uma boa qualidade de sono

 

Você costuma dormir a quantidade de horas que precisa para ter um bom desempenho durante o dia? Esse hábito é fundamental para um cérebro saudável. A privação do sono compromete a memória e a criatividade, além das capacidades de aprendizagem, resolução de problemas e pensamento crítico.

 

  1. Desfrute de atividades sociais

 

Como se não bastasse toda a diversão, sair com os amigos ainda pode ser um excelente exercício cerebral. Pois, cultivar relacionamentos saudáveis tem importantes benefícios cognitivos. Além disso, uma vida social ativa está associada com uma menor taxa de declínio da memória em adultos mais velhos. Considere, também, outras maneiras de se envolver em atividades sociais, como fazer trabalho voluntário e entrar em um curso. A interação com animais de estimação também é benéfica.

 

  1. Controle o estresse

 

O estresse é um dos piores inimigos do cérebro. Ao longo do tempo, ele destrói as células cerebrais e danifica o hipocampo, que é a região do cérebro envolvida na formação de novas memórias e na recuperação de antigas. Uma boa forma de gerenciar o estresse é por meio da meditação. Estudos mostram que a técnica aumenta a espessura do córtex cerebral e estimula mais conexões entre os neurônios, aumentando a capacidade de raciocínio e a memória.

 

  1. Cuide do seu coração

 

As condições que afetam o coração ou os vasos sanguíneos, como pressão alta, colesterol alto, diabetes e obesidade, também prejudicam a memória, especialmente se essas condições ocorrerem a partir da meia-idade. Além da atividade física, também é importante evitar o tabaco, fazer exames regulares de saúde e seguir as orientações do seu médico.

 

  1. Estimule a mente

 

Assim como o corpo, o cérebro também corre o risco de ficar “fora de forma” quando não é exercitado. Por outro lado, quanto mais você o desafia, melhor será sua capacidade de processar informações. Exemplos de “ginásticas mentais” incluem ler, montar quebra-cabeças, jogar xadrez e resolver palavras-cruzadas. Procure também novos aprendizados, como aula de dança ou um outro idioma.

 

  1. Adote técnicas simples para melhorar a memória

 

Existem algumas estratégias para aprimorar a capacidade de guardar novas informações e mantê-las ao longo do tempo. Uma delas é a repetição. Quando quiser lembrar de algo que você acabou de ouvir, ler ou pensar, repita em voz alta. Mas, cuidado: quando você está tentando dominar informações complicadas ou em grande quantidade, é pouco provável que consiga fazer isso em um prazo muito curto.

 

  1. Organize e anote

 

Anote e use o calendário do celular para ajudar você a manter o controle de compromissos e atividades rotineiras. Escrever e organizar informações reforça o aprendizado. Além disso, dessa forma, poderá economizar energia mental para aprender e lembrar coisas novas e importantes.

 

 

Referências