Skip directly to content

3 maneiras de desenvolver sua capacidade de escutar

Família e Relacionamentos

Uma das melhores coisas em um relacionamento de longa data é que você passa a entender seu parceiro melhor do que ninguém. A comunicação se torna cada vez mais fácil porque vocês compartilham experiências e passam a conhecer o temperamento e o jeito de conversar um do outro. Quando acham que são até capazes de lerem as próprias mentes, não é preciso se preocupar com mais nada, certo?

Não é bem assim. Embora a intimidade seja incrível, também é importante garantir que essas linhas de comunicação continuem abertas. Qualquer relacionamento – entre amigos, familiares e colegas – pode se beneficiar de uma avaliação da sua capacidade de escutar; quando se trata de um relacionamento amoroso, é ainda mais importante saber o que a outra pessoa está tentando dizer.

Às vezes, você percebe que está esperando sua vez de falar e nota que não está escutando seu parceiro? Com certeza, muitas pessoas não se dão conta de que fazem isso.

Por isso, consegui recuperar meu bom senso quando encontrei os ensinamentos de Harville Hendrix e Helen LaKelly Hunt, ambos doutores e autores de vários livros, incluindo o best-seller Todo o amor do mundo. Um guia para casais. Quando meu marido e eu começamos a namorar, participamos de um dos workshops deles e aprendemos a escutar de forma consciente.

Com base nas obras dos estudiosos americanos Harville Hendrix e Helen LaKelly, confira 3 dicas simples mas desafiadoras para melhorar o diálogo nos relacionamentos:

1) FIQUE QUIETO

No principal exercício para aprender a escutar de Hendrix e Hunt, as pessoas se revezam para falar e escutar. Quando você for o ouvinte, não interrompa, mesmo se for para mostrar que está ouvindo. Expressões como “entendi”, “claro” e acenos constantes geralmente não incentivam uma comunicação aberta. Pode ser desafiador abrir mão desses hábitos, mas lembre de que o segredo é escutar, não consertar ou corrigir.
Você sente um “mas” preso na garganta, quer seja para se defender ou corrigir seu parceiro? Respire fundo e continue atento. Seu único trabalho é manter um contato visual tranquilo e absorver as palavras. Mande seu ego passear nessas horas.

2) APLIQUE O ESPELHAMENTO

Como muitos conflitos de relacionamento surgem porque as pessoas sentem que não estão sendo ouvidas, o espelhamento pode ser a melhor solução. Depois que alguém tiver falado, tente dizer algo como “você está falando que…” e resuma o que foi dito. Não precisa ser um resumo literal, mas deve ser respeitoso e amoroso, sem comentários jocosos. Depois, diga “será que entendi direito?”. A pessoa vai corrigi-lo se for preciso e você pode reformular sua frase até que tenha entendido o que ela quis dizer. No dia a dia, você pode fazer isso de uma maneira mais discreta. Muitas vezes, fazer um breve resumo do argumento de alguém acaba com a tensão em minutos e abre as portas para que a conexão seja ainda maior.

3) ENTENDA

Todos nós desejamos ser compreendidos quando vivenciamos uma situação ou sentimento que nos incomoda. Por isso, como ouvinte, coloque-se no lugar da pessoa que está falando. Depois do espelhamento, diga “o que você disse faz sentido para mim”. E tente descobrir o sentido, mesmo que você discorde! Fale algo como “como você era o mais velho da sua família e precisou cuidar de todos, você se sente magoado quando eu não agradeço pelo jantar que você prepara. Faz sentido”.

Como tudo nos relacionamentos e na vida, escutar é uma habilidade, que deve ser praticada sempre, entre erros e acertos, até que essa prática se torne algo natural. Muitos de nós desejamos ser ouvidos e entendidos, por isso, escutar de verdade talvez seja o melhor presente que você pode oferecer – para seu parceiro, seu chefe, seu melhor amigo...

 
Fonte:
 
Website Get Old
Matéria acessada em 25/06/2015